Linke-se: como usar o Linkedin profissionalmente

Atualizado: Mai 11

Com mais de 300 milhões de membros, o Linkedin é a maior rede social profissional que existe.


Nele, você pode criar um perfil, fazer postagens relacionada a temas do seu interesse, expor seu currículo de uma forma mais lúdica e conectar-se a um monte de profissionais das mais diversas áreas.


E, como em toda boa rede social, interação é indispensável.


E a melhor parte: aqui, elas realmente podem ter um impacto na sua carreira (e não apenas aquela felicidade ao receber a curtida do crush).



Não se trata somente de ter muitas conexões (os "amigos"), mas sim de produzir engajamento a partir da dessas e outras conexões. Todas as postagens podem levar a algum tipo de engajamento: compartilhamento, curtidas, comentários, etc.; e é importante fazer isso não apenas no seu perfil, mas no de outras pessoas também.


Ser visto. Ouvido. Essa é a chave para o sucesso no Linkedin.


Abaixo selecionamos algumas dicas para movimentar o seu perfil nessa rede:


Toda experiência conta


É possível adicionar um resumo sobre sua carreira, links para um site ou blog e anexar publicações externas. Use-os. Não poupe palavras. Também é possível adicionar certificados e competências - áreas que você domina - no seu perfil.


Networking


Essa é a principal funcionalidade do Linkedin. Adicione quem você conhece diretamente e quem gostaria de conhecer. O ideal é focar em pessoas ligadas ao ramo, indústrias e empresas em que você está ou queria estar.


Conecte-se


Além de fazer as conexões propriamente ditas, é possível participar de comunidades. Nelas, não só é possível adquirir informações, mas também postar e interagir com os outros sobre um determinado tema. É mais uma forma de fazer networking e ampliar a rede de contatinhos.


Publique


O Brasil foi o segundo país a receber a ferramenta de postagens do LinkedIn, em abril de 2015. A ideia é transformar seu perfil em um blog. Se bem feitos, seus textos podem se tornar conhecidos entre suas conexões, as conexões delas e assim por diante, transformando-o em um “Influencer”.


Personalize


Conte suas experiências, tenha um bom resumo (o que já fez? o que gosta de fazer? quais suas experiências mais importantes?), coloque foto, adicione seus interesses, etc. O importante é mostrar quem você é e o que você faz e poderia fazer.


Tenha em mente que a plataforma tem diversas finalidades e, atualmente, um papel considerável nas contratações. Em uma pesquisa de 2014, realizada pela empresa de softwares de contratação Jobvite, 79% dos recrutadores entrevistados disseram já ter contratado através do LinkedIn.


Usando-a corretamente e dedicando alguns minutinhos diários a manutenção das páginas e engajamentos, o Linkedin pode se tornar uma ferramenta capaz de auxiliar não apenas na pesquisa de vagas relevantes, mas também de aproximação entre o candidato e os profissionais que admira.


E, dali em diante, competência e trabalho farão sua parte.


146 visualizações