Inspiração: de onde vem e por que ela importa?

1. Introdução

2. Contextualização

3. Desenvolvimento

3.1 Inspiração é o trampolim para criatividade

3.2 Inspiração facilita o progresso nos objetivos

3.3 Casos de sucesso

4. Conclusão

5. Referências



Introdução


A inspiração é uma característica que é inerte ao ser humano, volta e meia todos nós começamos a pensar em ideias geniais. Certas pessoas mantém suas abstrações apenas no campo das ideias, outras por sua vez, colocam em prática seus pensamentos e posteriormente colhem seus frutos.


Mas afinal de contas, será que existem pessoas naturalmente mais inspiradas que outras? Será que a inspiração está associada a certos comportamentos? Poderíamos quem sabe, nos tornar mais inspirados?


Contextualização


Durante a história do ser humano, muitas vezes a inspiração foi tomada como uma atividade sobrenatural. Desde Sócrates trazendo a ideia de daemon, ou até mesmo a teoria da relatividade de A. Einstein (muitos acreditam que o mesmo se conectou com o sobrenatural para conseguir transformar sua mente em um verdadeiro laboratório).


Entretanto, a psicologia vem estudando a temática e conseguiu descobrir que a inspiração pode ser ativada, manipulada e capturada.


Desenvolvimento


Segundo artigo de Todd M. Thrash e Andrew J. Elliot da Universidade de Rochester foi constatado que a inspiração possui 3 aspectos básicos, sendo eles a evocação (a ideia ou conceito surge à tona, sem intenção alguma) a transcendência (como se fosse uma clarividência, a solução genial que sempre esteve ali, mas nunca vista) e a motivação de abordagem (aqui há o esforço do indivíduo em realizar a nova visão).


Foi constatado também que indivíduos altamente inspirados compartilham certas características, sendo elas o desejo de experimentas coisas novas, aptidão a proficiência em sua área, menor interesse em competir, o que faz bastante sentido uma vez que ser melhor que alguém não é uma atividade transcendental.


Pessoas iluminadas também possuem uma grande capacidade emocional e mental, são confiantes, possuem boa autoestima e são bastante otimistas. Curiosamente, proficiência vem antes da inspiração, sugerindo que a inspiração favorece mentes treinadas, sendo assim, não sendo uma característica totalmente passiva.



Inspiração é o trampolim para criatividade


Pessoas altamente inspiradas se enxergam como criativas, uma vez que a criatividade envolve a visão de possibilidades além das existentes. Há também uma ligação entre a inspiração e a criação de patentes, uma vez que donos de patentes alegaram ter mais momentos de inspiração durante o dia que os demais, e quanto maior for o número de patentes possuídas, maior serão também os seus momentos de inspiração durante o dia.


Inspiração facilita o progresso nos objetivos


Segundo estudos de Marina Milyavskaya da Universidade de Carleton realizado com estudantes universitários, aqueles com objetivos mais ousados para o semestre obtinham maior sucesso de realizá-los, vale também salientar que o elo entre inspiração e o progresso nos objetivos foi recíproco, formando assim um ciclo cada vez maior entre os dois fatores, gerando assim pessoas com maior sentido na vida e mais gratas.


Casos de sucesso


Como seres humanos, somos animais extremamente sociais, gostamos e necessitamos de interação de grupo e manifestamos comportamento semelhante conforme ouvimos uma narrativa. Quando ouvimos uma história emocionante, nosso cérebro libera ocitocina, o hormônio que promove sentimentos de bem estar.


Mais do que apenas liberar hormônios, ouvir essas histórias nos causa inspiração, uma vez que sabendo que uma pessoa com recursos mais limitados que os nossos conseguiu prestígio e sucesso na vida seja qual for a área, nos sentimos motivados para fazer o mesmo e quem sabe, ir além.


Sabendo disso, a I9 Liga de Empreendedorismo está realizando o Outliers, um evento que acontecerá no dia 2 de Julho de 2022 e que contará com histórias de verdadeiros pontos fora da curva, que auxiliará na nossa jornada em busca do mesmo, impactando, inspirando e unindo pessoas com mesmo objetivo.


Conclusão


Para tornarmos mais inspirados é necessário ter metas e objetivos bem definidos e até mesmos ousados, manter leitura e busca de conhecimento e estimular a criatividade, mesmo se forem ideias mirabolantes que a priori nos parecem impossíveis. Indivíduos com grande capacidade de abstração também são líderes melhores, e tendem a usar 5 conceitos-chave que geram motivação e aumentam a capacidade de uma organização como todo, sendo eles: Usar visão estratégica para inspirar e motivar, empoderar colaboradores, acumular e compartilhar o conhecimento interno, juntar e integrar conhecimento externo e desafiar o status quo e permitir a criatividade.


Referências


KAUFMAN, Scott. Why Inspiration Matters, Harvard Business Review, 2011. Disponível em: https://hbr.org/2011/11/why-inspiration-matters. Acesso em 31/05/2022


ZAK, Paul. Why Inspiring Stories Make Us React: The Neuroscience of Narrative, National Library of Medicine, 2015.

Disponível em https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4445577/. Acesso em 01/06/2022


THRASH, Todd e ELLIOT, Andrew. Inspiration as a Psychological Construct, Research Gate, 2003. Disponível em https://www.researchgate.net/publication/10796715_Inspiration_as_a_Psychological_Construct. Acesso 02/06/2022 Escrito e revisado por: Leonardo Leonhardt


5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo