Gestão de pessoas – A chave para o sucesso empresarial



Sumário:

1. O que é Gestão de Pessoas e qual o seu objetivo?

2. Como surgiu?

3. Por que investir em Gestão de Pessoas?

4. Qual o impacto disso?

5. Como a pandemia influenciou na Gestão de Pessoas

5. O exemplo de sucesso Google



1.O que é gestão de pessoas e qual o seu objetivo?

Gestão de pessoas pode ser definido como um conjunto de práticas que levam a otimização das pessoas no período de trabalho e, consequentemente, melhora a qualidade do trabalho entregue por estas. De forma resumida, pode-se dizer que é um compilado de ferramentas utilizadas para melhorar a performance dos trabalhadores no trabalho.


O que será de uma empresa com funcionários desmotivados e desamparados? A resposta é simples: essa empresa não irá muito longe, já que não investe no seu recurso humano, o qual é responsável por grande parte da produtividade do negócio. Investir em gestão de pessoas funciona como o óleo que mantém as engrenagens de uma máquina funcionando bem. Nessa analogia, a máquina seria a empresa, as engrenagens os colaboradores e o óleo, o investimento em gestão de pessoas.





Com isso, chegamos ao objetivo central da gestão de pessoas, que é promover um ambiente de trabalho saudável, no qual os colaboradores sejam motivados, ouvidos e amparados para que assim desenvolvam as suas capacidades individuais e capacidades de trabalho em equipe, facilitando o trabalho, gerando melhores resultados em suas áreas de atuação e, dessa forma, elevando a produtividade e resultados da firma.


Uma frase de Walt Disney consegue resumir o que é e qual o objetivo da gestão de pessoas, “Você pode sonhar, projetar, criar e construir o lugar mais maravilhoso do mundo, mas é preciso pessoas para tornar o sonho realidade”.


Os cinco pilares trabalhados na gestão de pessoas são: motivação, comunicação, trabalho em equipe, conhecimento e competência, treinamento e desenvolvimento. É com base nisso que a equipe de gestão desenvolve atividades e planejamento com os colaboradores que permitem a sua alta performance.



2.Como surgiu?

A gestão de pessoas como conhecemos hoje é fruto de um processo de estudos, pesquisas e práticas que vem ocorrendo há séculos, mas foi no século XIX com Henri Fayol, na França, e Frederick W. Taylor, nos Estados Unidos, que o empirismo e a improvisação foram substituídos por estudos científicos de fato. Eles investiram em formas de melhorar o desempenho dos trabalhadores nas fábricas e, logo, Taylor concluiu que os operários produziam bem menos do que a sua capacidade permitia. Assim, buscou a racionalização do trabalho, que consistia na simplificação dos movimentos necessários para a execução de tarefas nas fábricas.


Com o passar do tempo, devido a insatisfação dos trabalhadores, surgiu um novo movimento chamado Escola das Relações Humanas, que tinha como objetivo constatar que o ambiente de trabalho devia valorizar os fatores psicológicos e sociais dos operários na produtividade. Nesse período, o psicólogo Elton Mayo desenvolveu uma experiência que inicialmente visava estudar fatores influentes na produtividade do operário, como iluminação, chances de acidente e fadiga. No final, foi uma experiência pioneira que mudaria a forma como o recurso humano é visto pelas empresas, marcando a mudança de tratamento dos operários. Agora, os donos dos meios de produção sabiam que quanto melhor as condições de trabalho do operário, maior a sua produtividade, gerando um maior lucro para a indústria.


Então, conclui-se, que a gestão de pessoas passou por muitas fases para chegar ao que conhecemos hoje e para conquistar o devido reconhecimento. Esse foi só um resumo de como a área surgiu e passou por transformações, antes só o físico do operário era considerado importante, depois os fatores psicológicos ganharam atenção e, hoje, temos a junção de vários fatores a levar em consideração para uma boa gestão de pessoas, como o bem-estar do colaborador à benefícios motivacionais.



3. Por que investir em gestão de pessoas?

Até aqui, construímos a concepção inicial dos principais pontos da gestão de pessoas. Como breve forma de resumo, pode-se afirmar que, atualmente, todo e qualquer negócio com o propósito de alcançar o topo, necessariamente precisará de uma equipe entrosada e confiante, e um dos caminhos para se construir isso é por meio do investimento em uma equipe forte de gestão de pessoas.


Mas, por que essa necessidade? Se analisarmos os casos das maiores empresas do mundo, como Coca-Cola, Facebook e DreamWorks, fica evidente que a cultura de investimento em gestão de pessoas é muito valorizada. Investir nessa área é, principalmente, oferecer um bom local laboral, promover a satisfação do colaborador, promover políticas lúdicas e o bem-estar dos funcionários. Tudo isso envolve um alto investimento em profissionais da área de gestão de pessoas, em processos seletivos eficazes e na confiança do trabalhador na empresa.





Diante disso, pode-se concluir que a gestão de pessoas não é um caminho fácil para o sucesso empresarial, mas um caminho eficaz. Visto que as maiores empresas do mundo só se mantêm no topo, devido ao grande trabalho prestado pelos funcionários e, claramente, pela valorização dessa cultura de boa gestão nessas empresas.


4. Qual o impacto disso?

A Era Digital mudou a nossa concepção sobre o que é a vida e como devemos vivê-la. Agora, as pessoas não pensam mais em simplesmente arranjarem um emprego e terem um bom salário, elas ficaram mais exigentes e buscam algo a mais, a liberdade e a felicidade. Ou seja, hoje se alguém não está feliz com o seu trabalho, a resolução é simples, largar o emprego atual e arrumar um novo, o qual a satisfaça da melhor forma.


O foco da sociedade atual é encontrar um trabalho condizente com a vida que ela quer levar e com aquilo que ela quer desenvolver ao longo de sua vida. Se ela estiver feliz com o seu trabalho, terá prazer durante sua carga horária e assim trabalhará melhor, fazendo um bom serviço e tratando de forma melhor a clientela da empresa, fortalecendo o nome da empresa, melhorando o seu produto e fazendo com que o sucesso empresarial seja atingido.


Em resumo, o impacto do investimento em gestão de pessoas se mostra muito claro na seguinte frase de Idalberto Chiavenato, um dos maiores nomes da administração que contribuiu muito para os estudos sobre gestão de pessoas, “A gestão de pessoas tem sido a responsável pela excelência das organizações bem-sucedidas e pelo aporte de capital intelectual que simboliza, mais do que tudo, a importância do fator humano em plena Era da Informação.” A gestão de pessoas é a chave para o sucesso empresarial e essa é a sua contribuição e seu impacto para as organizações.


5. Como a pandemia influenciou na gestão de pessoas

Em momentos difíceis como a pandemia, a necessidade de amparo aos trabalhadores ficou mais evidente, visto que agora temos uma situação muito mais complexa e o fortalecimento de uma nova modalidade de trabalho, o home office. Diante dessa situação, a saúde mental esteve como tema central de discussões e a conclusão a que chegamos é de que a assistência ao colaborador é fundamental para a continuidade da empresa no mercado.


Tal assistência ratifica a importância de uma equipe de gestão de pessoas para lidar com tais situações. Já que é por meio dela que os colaboradores serão assistidos e amparados. A situação atual revelou alguns desafios para as empresas: a familiarização com as novas ferramentas de trabalho (ferramentas do meio digital, novos programas, microfone), a logística de como fariam todo o trabalho em casa antes feito na empresa, a saúde mental dos colaboradores em um momento de pandemia, entre outros.


Como algumas empresas continuam no topo, mesmo em época de pandemia? Segundo o Instituto de Pesquisas da Universidade de Stanford, sobre a produtividade de equipes, apenas 15% dos resultados estão ligados aos conhecimentos técnicos. Enquanto que, os outros 85% estão ligados à habilidade de se comunicar e relacionar com outras pessoas, além do conhecimento sobre comportamento humano. Habilidades desenvolvidas e trabalhadas na gestão de pessoas.


Assim, a resposta para essa pergunta é: empresas que já haviam feito um bom trabalho em relação a gestão de pessoas tiveram menos dificuldades na adaptação, já as empresas que não valorizavam a área passaram a enxergá-la com outra visão, reconhecendo a sua importância e impacto.


6.O exemplo de sucesso Google

Não há como negar a grandeza e o sucesso atingido pela empresa Google, hoje uma das mais importantes empresas de tecnologia que o mundo já viu. Como isso foi possível? Isso mesmo, se você respondeu que grande parte desse sucesso se deve ao trabalho impressionante com gestão de pessoas feito por eles, você acertou!


Talvez, a maior dificuldade para uma empresa grande como a Google seja manter a sua cultura intacta e seus colaboradores entrosados e sustentados. O processo de gestão de pessoas exige escuta, troca e confiança, se um desses fatores falhar, não existe uma gestão apta a lidar com os problemas futuros da empresa e dos colaboradores.



Imagem:https://www.siteware.com.br/blog/gestao-estrategica/gestao-pessoas-google/



O que é feito pelo Google?

Aqui, vamos falar sobre 3 fatores ativos na cultura de gestão de pessoas do Google, que considero essenciais para que empresários que desejam ter sucesso em seu negócio não ignorem ao lidar com seus colaboradores:


- Escuta atenta e feedbacks


Esse é um dos pontos mais importantes da gestão na empresa e funciona da seguinte forma: o Google deixa em aberto canais para que os funcionários façam perguntas e sugestões e toda semana são escolhidas 20 das questões mais levantadas no período para que sejam debatidas e solucionadas. Isso cria uma confiança e um senso de pertencimento pelo funcionário, o que o faz sentir valorizado.

- Liberdade no trabalho (troca)


O Google desenvolveu um ambiente livre de cobranças intensas, pois entendeu que quanto mais liberdade o seu colaborador tem, mais produtivo ele se torna. Isso envolve tanto a famosa política do 20% quanto deixar para que o funcionário organize seu próprio horário para trabalhar. Foi com essa liberdade dada pelo Google ao colaborador que surgiram redes como Orkut, Gmail e Google News, já que foram criadas por funcionários do Google em seu tempo livre da empresa. Em resumo, altas cargas horárias de trabalho não são sinônimo de produtividade.


- Confiança


Aqui ocorre algo de grande valor para os colaboradores do Google, pois é aquilo que diferencia a empresa de outras. Mostrando cuidado e amparo aos funcionários, o Google disponibiliza inúmeros benefícios, como: licença maternidade de 18 semanas, pagas; creche interna; academia grátis dentro da empresa; serviço de massagem e cabeleireiro; refeições gratuitas feitas por chefs gourmets; entre outros. Tudo isso gera uma despreocupação no funcionário que fica mais apto a trabalhar e dar o seu melhor, longe de preocupações rotineiras. Cuide daquilo que é importante para o seu funcionário.


Aplique essas práticas na sua empresa e atinja o sucesso empresarial!



Escrito e revisado por: Emanuele Mendes


Bibliografia: https://somostecnologia.com.br/blog/o-que-o-google-ensina-sobre-gestao-de-pessoas/

http://estudio01.proj.ufsm.br/cadernos_cooperativismo/terceira_etapa/arte_gestao_pessoas.pdf

https://www.siteware.com.br/blog/gestao-estrategica/gestao-pessoas-google/

https://www.senacrs.com.br/cursos_rede/rotinas_de_recrutamento_selecao_e_desenvolvimento_de_pessoas/html/HTML_nocoes_de_gestao_de_pessoas/index.html

https://fia.com.br/blog/gestao-de-pessoas/


39 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo