Como continuar estudando se você perdeu a motivação

É difícil, a gente sabe.

Em momentos como esse, tudo parece bem mais interessante do que estudar (até mesmo arrumar a casa bagunçada da última festa do semestre – não minta!). O estresse do fim do semestre, somado a quantidade absurda de coisas para fazer, tenham elas haver ou não com a faculdade, nos deixar sem rumo, sem saber por onde começar, e a única certeza é a de que as horas estão passando e o tempo está sendo perdido.



Então, para você, empreendedor até nos estudos, aqui vão algumas dicas diferentes, para impulsionar seus estudos e melhorar o seu rendimento.

Nota: Claro que nem todas as elas vão funcionar para você, mas é sempre bom tentar coisas novas, principalmente quando tudo parece perdido e você está muito perto de chutar o balde e assistir mais episódios de La Casa de Papel.


Concentrando-se e lembrando:


Você pode ler algo quantas vezes você quiser; se você não estiver focado, não vai entrar na sua cabeça (e é incrível a quantidade de coisas que a gente consegue pensar enquanto está analisando um gráfico, incluindo o que a gente vai estudar depois). Para realmente prender o foco no que está fazendo, você precisa fazer do estudo um processo ativo. Aqui vão algumas sugestões:

​​

  • Faça perguntas a você mesmo: torne informações assunto de perguntas. A partir de resumos, retire 5 perguntas de cada tópico principal, tentando imaginar perguntas que os professores fariam. Escreva as respostas, bem completas e diretas, e use-as para revisar depois.

  • Ensine outra pessoa: divida o conteúdo com seus amigos (nunca mais do que 3), e cada um se aprofunda mais na sua parte, repassando as informações de uma maneira mais digerível ao colegas depois. Funciona muito bem para com listas de exercícios: cada um faz um tipo específico de cálculo, e repassa o método depois.

  • Largue os estudos e passe para a cola: se você está pensando em escrever aquele papelzinho maroto cheio de conceitos e gráficos para consultar na prova depois, vá em frente. No fim, você não vai precisar usar ele. Parece loucura, mas é uma das formas mais simples de decorar um conteúdo. Sério.

  • Exercite-se: a mente e o corpo também. Combine as revisões com a realização de simulações de exames, a partir de listas de exercícios e provas anteriores. Primeiro, refaça o maior número de exercícios, sem consulta, possíveis, simulando o teste no tempo que você terá para fazer a prova. Corrija-os consultando o material, e tome notas. Você vai se impressionar com a quantidade de perguntas iguais que aparecem, apenas mudando umas poucas palavras, e terá mais chance de se lembrar das respostas certas para as perguntas que errou depois. Combine isso a uma pausa para se espreguiçar (afinal, precisamos nos manter fit).

  • Tente algo diferente: vivemos na era dos blogs e dos youtubers, e é óbvio que numa simples pesquisa na internet você encontra videoaulas, podcasts, e textos realmente bons sobre os assuntos do seu curso. Além de você poder fazer isso pelo celular, você ainda tem o bônus de poder encontrar um assunto realmente interessante, e se aprofundar num tópico do seu interesse.

  • Faça alguma coisa: qualquer coisa. É mais fácil se lembrar de algo quando você fez alguma coisa com aquilo. Em outras palavras, faça uma música, um mapa, um post no stories, qualquer coisa! O que vale é a criatividade, e quanto mais diferente, melhor.


Mantendo o foco e a motivação:


Aqui vale o que dissemos acima: é preciso ser criativo e experimentar coisas diferentes. A tendência é perder o foco e a motivação muito rápido; por isso, é preciso se manter ativo no processo de aprendizagem. Algumas dicas são:

​​

  • Tente estudar num horário diferente: aproveite bem as horas do dia. Por mais que você tenha que estudar, aproveite bem o tempo e faça outras coisas também, se não você só vai se estressar. Experimente dormir mais cedo e acordar às 3:30h para estudar, ou acorde mais tarde e vá dormir nesse horário. Vai depender muito do tipo de pessoa que você é, mas sempre aproveite o tempo que você passa estudando.

  • Dê um tempo: em tempos de criar cronogramas de estudo muito bem organizados, é importante se lembrar de que nem tudo vai ocorrer conforme o planejado, e tentar não se estressar (mais) com isso. Ao invés de marcar horário para tudo, liste, digamos, 10 tópicos que você tem que aprender ao dia, e cada um completo dê-se uma folga e uma recompensa – pode ser alguns minutos no facebook, comer um chocolate, ou mesmo bater num saco de pancadas; algo que te faça relaxar por alguns preciosos minutos.

  • Estude em grupo: é muito bom poder estudar com pessoas que estão no mesmo barco que você, e os esforços combinados podem realmente trazer benefícios (além de ter pessoas para reclamarem do sofrimento com você). Estude primeiro sozinho, e faça as revisões em grupo; sempre vai ter alguém que sabe mais sobre algum tópico, e isso aumenta o conhecimento geral do grupo.

Por último, vale lembrar que a qualidade é preferível a quantidade. O rendimento e o aproveitamento são tudo nessas semanas finais. Portanto, se você realmente não está entendendo nada do que está acontecendo, dê um tempo e volte comprometido mais tarde, com a cabeça mais leve.

Mantenha a sanidade e tente não pirar.

E, lembre-se: faltam 16 dias pro semestre acabar (ou 23 para alguns de nós).

Tudo passa.

39 visualizações