30 Termos que todo empreendedor precisa saber

Você com certeza já ouviu as expressões “networking” e “coworking”. “Mentor” e “coaching” também não lhe são estranhas (tanto que o corretor automático nem tenta mudá-las no celular). Se você acaba de desembarcar no mundo do empreendedorismo, é importante entender que cada indústria tem seus jargões, e que, como empreendedor, é necessário que você esteja familiarizado com eles.



​Para isso – e para você não confundir mais aceleradora com incubadora de startups (nem sabia que existiam duas dessas coisas? Continue lendo) – selecionamos 30 termos que todo empreendedor precisa saber.

  1. Aceleradoras: são instituições financiadas com capital privado que dão suporte a empresas e startups com alto potencial de crescimento. Além do apoio financeiro, também oferecem mentorias e treinamentos;

  2. Benchmarking: método de avaliação de uma empresa, através da comparação de serviços com a concorrência, buscando identificar diferenciais competitivos e características potenciais para aperfeiçoar seus métodos e produtos;

  3. Break-even: “ponto de equilíbrio”, quando os custos são iguais as receitas da empresa. Serve de indicador de finanças (se a empresa está dando lucro ou prejuízo);

  4. Bootstrapping: processo no qual o próprio empreendedor financia seu projeto, sem a adição de capital externo;

  5. Business model: “modelo de negócio”, geralmente definido na fase de criação de uma empresa, que traz as técnicas e os processos a serem desenvolvidos para os empreendedores tirarem suas ideias do papel;

  6. Business plan: “plano de negócios” que delimitará como será feito o business model. É o documento com os dados da empresa que é apresentado aos investidores;

  7. Business to Business (B2B): negócio feito entre duas empresas, sem a participação do consumidor final;

  8. Business to Customer (B2C): negócio feito diretamente entre uma empresa e o consumidor final;

  9. Capital de giro: é o recurso financeiro para as despesas da empresa, também utilizado para cobrir custos extras. Investimento responsável por manter a sustentabilidade da empresa;

  10. Capital Social: parcela que os acionistas possuem de uma empresa;

  11. Chief Executive Officer (CEO): cargo mais alto da empresa, geralmente exercido pelo fundador, que também pode ser chamado de presidente, diretor, etc.;

  12. Coaching: treinamento de empresários para obtenção de resultados com metas bem definidas;

  13. Coworking: local compartilhado por empreendedores e outros profissionais para troca de ideias e conhecimento;

  14. Crowdfunding: financiamento coletivo no qual o capital vem, em geral, de pessoas físicas interessadas na ideia, através de plataformas de arrecadação online;

  15. Customer Development: conjunto de estratégias para a startup testar seus produtos antes de lançá-los;

  16. Deal braker: fator ou problema que impede que uma negociação seja fechada (quebra de acordo);

  17. Elevator Pitch: apresentação inicial da empresa (geralmente feita em 30 segundos);

  18. Empreendedorismo Corporativo ou Intraempreendedorismo: empreender dentro da organização na qual se trabalha, buscando oportunidades de crescimento para a empresa, inovando constantemente;

  19. Escalabilidade: capacidade de replicar um produto/serviço com agilidade, a fim de atender ao mercado consumidor;

  20. Incubadora: diferentemente das aceleradoras, as incubadoras estão mais ligadas a universidades, e auxiliam micro e pequenas empresas com conhecimento e capital para desenvolverem seu negócio;

  21. Investidor-anjo: os "angels" são profissionais experientes que acreditam (e tem capital disponível para investir) em novos negócios, recebendo um percentual da empresa em troca de auxílio (infraestrutura, mentorias e contatos);

  22. MEI: Micro Empreendedor Individual, pessoa que trabalha por conta própria e se legaliza como empresário;

  23. Mentor: empreendedores/empresários que tem muita experiência de mercado e tentam passá-la para novos empreendedores e startupers;

  24. Networking: rede de contatos, utilizada com o verbo “fazer” networking, para ampliar as relações no âmbito profissional;

  25. Open Source: é um software de código aberto de uso universal na criação de outro software ou programa;

  26. Patente: título de propriedade sobre uma ideia para evitar plágios, concedida pelo estado;

  27. Return on Investiment (ROI): retorno sobre investimento é a relação entre o que foi investido e o lucro em ações e campanhas de marketing

  28. Royalties: valor cobrado pela utilização do nome e/ou estrutura de uma empresa para seus franqueados;

  29. Startup: empresa em fase inicial, geralmente sem nenhum recurso além de sua ideia motriz, que visa o ingresso e crescimento no mercado e que está a procura de investidores que possibilitem esse desenvolvimento;

  30. Venture Capital (VC): capital de risco que dá suporte a empresas de pequeno e médio porte já estabelecidas e com potencial de crescimento, investindo capital nas expansões;

19 visualizações